Labirinto

Tecnica: Oleo s/ tela
Oil on canvas

Tabacaria


«Não sou nada. 
Nunca serei nada. 
Não posso querer ser nada. 
À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo. 

Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou? 
Ser o que penso? Mas penso ser tanta coisa! 
E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!»

Álvaro de Campos
< >

Sem comentários: